AgronegócioNotíciasPolíticaSão Félix do Xingu

Prefeitura, Câmara de Vereadores e Incra vão firmar parcerias para Regularização Fundiária nos Assentamentos de São Félix do Xingu

A Prefeitura de São Félix do Xingu, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagri), e com apoio da Câmara de Vereadores pretendem fechar um convênio de cooperação técnica, e de parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para os processos de regularização fundiária em áreas de assentamentos de Reforma Agrária e assistência técnica rural.

O Prefeito João Cleber e o vereador Gonçalo Araújo presidente da Câmara Municipal de São Félix do Xingu acompanhado da vereadora Maria Edna de Oliveira (Dona Edna) participaram de reunião na quadra Raimundo Gomes de Sousa na manhã desta quarta – feira (24) com a presença do Superintendente Regional do Incra no Sul e Sudeste do Pará, Aveilton Sousa e representantes de associações e sindicatos dos trabalhadores rurais da cidades de além de São Félix do Xingu, Tucumã, Ourilândia do Norte e Água Azul do Norte.

Na pauta da reunião de alinhamento foram abordados assuntos relacionados à reforma agraria tais como titulação, inclusão em RB, desbloqueio, desbloqueio, transferência, quitação de títulos e fomentos. Vereador Gonçalo Araújo informou que e necessário apoiar mais essa ação do Incra assim como do Iterpa que já vem dando resultados com ações de regularização de terras do estado dentro do município de São Félix do Xingu.

O prefeito de São Félix do Xingu, João Cleber informou que é o agronegócio que sustenta o país e com a regularização fundiária trará segurança jurídica e consequentemente qualidade de vida aos produtores rurais. Outra demanda apresentada por João Cleber e no sentido das instituições financeiras do Governo Federal Basa e Banco do Brasil para que possam fomentar a economia com a liberação de linhas de créditos para o produtor rural. Informou João Cleber.

 “Daremos sim apoio a essa parceria entre Prefeitura, Câmara e Incra uma vez que temos 19 projetos de assentamentos e o grande gargalo em São Félix do Xingu e com certeza a regularização fundiária e com a escritura dos lotes em mãos, o assentado da reforma agraria assim como os de terras rurais do Estado via Iterpa poderão contar com linhas de créditos para produzirem com sustentabilidade”. Ponderou João Cleber.

“A câmara e parceira desse projeto junto à prefeitura e que venha realmente com essa união trazer esses benefícios ao homem do campo. Eu quero citar aqui a região de Campos Verdes um assentamento que ainda hoje enfrenta problema de acesso por falta de estradas. Aquela colônia ainda estar de pé devido à persistência dos produtores rurais que vivem do sustento da terra, mais muitos já saíram de lá, porém e uma colônia promissora, terras boas agricultáveis e precisa desse incentivo com a participação efetiva do Incra com politicas públicas não só para a Campos Verdes mais sim para toda a região de São Félix do Xingu”. Disse Gonçalo Araújo.

O Superintendente Regional do Incra no Sul do Pará, Aveilton Silva de Souza, acompanhados de servidores e da Ouvidoria Agraria explicou que essa união entre o órgão responsável pela a reforma agraria com a prefeitura irá avançar em muito o processo de regularização fundiária. Aveilton de Sousa disse também que mesmo com todas as dificuldades em levar ações para todos os 517 projetos de assentamentos localizados no Sul e Sudeste do Pará e com demandas para 70 mil famílias clientes da reforma agraria a regional no estado do Pará foi a que mais operacionalizou com a contratação de algo entorno de R$ 20 milhões de reais em diversas linhas de fomento.

Por: Roney Braga Wydiamaior.

Botão Voltar ao topo