Auxílio emergencial

Motoristas profissionais e mototaxistas recebem o Renda Pará 500 até a próxima sexta-feira (25)

Pagamento se iniciou na sexta-feira, 18, e já beneficiou cerca de dois mil profissionais com quase R$ 1 milhão em recursos só no primeiro dia de pagamento

Nesta segunda-feira (21), aniversariantes de março e abril receberam o recurso do Programa Renda Pará 500, voltado para taxistas, mototaxistas, motoristas de van e de transporte escolar, impactados pela pandemia de Covid-19. O calendário desta etapa segue até a próxima sexta (25) e, em seguida, se inicia a segunda etapa destinada a motoristas de aplicativos e motofretistas.

O cronograma iniciado na sexta (18) já beneficiou cerca de 2 mil pessoas e apenas no primeiro dia liberou quase R$ 1 milhão em recursos. “Nós iremos pagar essa semana, aproximadamente, R$ 13 milhões para esses profissionais que estão na lista que as prefeituras e a Arcon (Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará) nos enviaram. E as pessoas que, ao consultarem o aplicativo de busca, no site da Seaster e do Banpará, e não encontrarem o seu nome, devem juntar seus documentos, aguardar, e no dia 5 de julho, se dirigir a uma agência do Banpará para regularizar a sua situação e receber os R$ 500”, informou Inocêncio Gasparim, secretário de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).

Wilkens Tavares, 53 anos, motorista de táxi, se surpreendeu com a baixa procura nesta segunda-feira, na agência localizada na Avenida Presidente Vargas, em Belém. “Eu vim aqui comprovar, foi rápido. Pensei que estava dando tumulto. Ficamos em dúvida. Essa pandemia, estamos com muita dificuldade, estou pagando veículo com dificuldade, quase que o banco já me arrastou. Já ajuda um pouco”, comemorou o taxista.

ESFORÇO

Para o secretário, o pagamento reflete o esforço do Governo do Estado de continuar diminuindo o impacto da crise sanitária. “Tanto por um lado, apoiando as pessoas nessas profissões que têm mais dificuldade de sobrevivência, onde a pandemia impôs a diminuição de receita. E por outro jogando na economia do Estado e perto da casa dessas pessoas, no comércio, principalmente, supermercados, pequenas lojas, um recurso significativo, com uns R$ 15 milhões nesta etapa e mais R$ 15 milhões de motoristas de aplicativos e motofretistas. Com certeza, movimenta muita coisa, o consumo, a produção nas fábricas que não precisa ser diminuída, mantém os empregos e faz com que a gente vá superando com muita firmeza esse momento complexo da pandemia, e se Deus quiser aumentando o número de empregos formais”, avalia o titular da Seaster.

José Rosa Ribeiro, taxista, diz que vai usar o recurso do Renda Pará 500 para pagar a mão de obra da manutenção do seu veículo
José Rosa Ribeiro, taxista, diz que vai usar o recurso do Renda Pará 500 para pagar a mão de obra da manutenção do seu veículo

José Rosa Ribeiro, taxista há mais de 15 anos em Marabá, diz que o recurso auxiliará na manutenção do veículo. “Com essa crise que estamos passando, já estava até com as peças compradas, mas faltava o dinheiro para a mão de obra. Então chegou em uma hora excelente. Então tenho 41 anos morando em Marabá e venho acompanhando esses governos todos e o Helder está indo bem. Cheguei aqui hoje de manhã e meus colegas  avisaram que estava liberado o dinheiro para a gente. Ele puxou lá o calendário e o meu estava para hoje ainda. Muito bom”, elogiou.

Em Medicilândia, João da Silva Souza trabalha há 18 anos como mototaxista. “Chegou em boa hora, às vezes a gente precisa comprar um pneu, uma corrente da moto, uma recuperação e essa pandemia deixou muita gente sem renda. O povo parou de andar mais ou menos e a renda da gente baixou. Os colegas ficaram muito satisfeitos com a posição do governador em ajudar a gente que vive essa vida de autônomo. Ajuda bastante”, garantiu o profissional.

O mototaxista Domingos Monteiro diz que dinheiro do Renda Pará 500 veio em uma hora boa: "vai ajudar no orçamento familiar"
O mototaxista Domingos Monteiro diz que dinheiro do Renda Pará 500 veio em uma hora boa: “vai ajudar no orçamento familiar”

LISTAS

A opinião é compartilhada por Domingos Monteiro, também mototaxista.“Essa renda veio em uma hora boa. Às vezes na hora mais difícil, chega aquela renda que vai ajudar no orçamento da família. Então vai me ajudar e vamos dizer que estou com o documento do meu carro atrasado, eu vou tirar um pouco para pagar. E eu achei muito interessante essa ajuda do governo estadual para a nossa categoria de mototaxista. Na verdade eu sou um cara meio otimista sempre acreditei que ia receber”, afirmou.

Motoristas de aplicativos e motofretistas receberão o Renda Pará 500 na segunda etapa. “Essas categorias estão com o prazo até nesta segunda-feira (21) para enviar as listas. De motofretistas já está pactuado, motorista de aplicativo que algumas empresas ainda faltam enviarem a sua relação e principalmente uma das maiores, até solicito aos trabalhadores desses aplicativos que conversem com os seus patrões para que enviem, pois não podemos pagar se não tivermos a relação”, orientou o secretário Inocêncio. 

Calendário de pagamento

21 de junho – nascido em março e abril;

22 de junho – nascidos em maio e junho;

23 de junho – nascido em julho e agosto;

24 de junho – nascidos em setembro e outubro;

25 de junho – nascido em novembro e dezembro

Por Dayane Baía (SECOM)

Fonte
Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo